Búzios não seria a mesma se não fosse a simpática e eclética Rua das Pedras. É   onde tudo acontece: bares, restaurantes com vista para o mar, alta gastronomia, boates, música ao vivo, grifes nacionais e internacionais, culturas diversas. Gente bonita e bronzeada circula por ali o tempo todo, pois não é permitido trânsito de veículos no local. Na rua, uma babel de dialetos: inglês, espanhol, francês, alemão, italiano.

Reportagem: Laura Pacheco
Fotos: Jean Yves Donnard

Totalmente arborizada, com pouco mais de 600 metros de extensão, a Rua das Pedras é charme do início ao fim. Conta com as mais variadas opções de diversão, lazer e compras, sedutoras vitrines, produtos de primeiríssima qualidade. Mas pela manhã. as lojas ficam às moscas e muitas já se habituaram a funcionar depois das duas da tarde. O melhor mesmo é a partir do entardecer. A maioria delas só fecha depois da meia-noite.

Na Rua das Pedras existem de lojinhas de artesanato até boutiques mais sofisticadas. Para os que buscam um visual descolado e alegre, estilo praiano, vale a pena dar um pulo na Farm. Estampas importadas e bem coloridas, tecidos leves, cortes e designers arrojados são a marca desta loja, sucesso em todo o Brasil, com filial em Paris.

Uma visita nas lojas Lenny e Aqualung pode ser uma boa para quem deseja comprar um novo biquíni. Os modelos e as estampas são interessantes. Mas se a procura for moda masculina, a carioca Richards certamente é uma ótima opção. O Shopping número 1 também concentra ótimas opções: uma grande variedade de produtos, tanto para moda adulta quanto infantil. Levar uma camisa com estampas buzianas da Sumerbúzios, com temas ecológicos, pode ser um bom presente.

Na Rua das Pedras também está a Galeria de Artes de Búzios, com exposições de diversos artistas permanentes, incluindo esculturas e pinturas. Há também uma curiosa feira de artesanato na Praça Santos Dumont, a um quarteirão da Rua das Pedras. Para quem prefere objetos orientais, a indicação é a Samsara, uma perfumada loja com objetos de decoração, roupas, aromas, livros e até mesmo um restaurante indiano no segundo andar. Outras opções são as lojas de perfumaria, cosméticos, jóias, móveis e decoração, dentre outras.

Bares ecléticos

Bares ecléticos garantem uma noite prá lá de quente e divertida na Rua das Pedras. O balcão do Capitain’s Bar, que oferece saborosos drinks e comida japonesa, é um ponto estratégico para se observar o movimento. O Anexo’s Bar, em estilo “lounge” na Orla Bardot, tem confortáveis poltronas e uma exuberante vista para o mar. Um pouco mais à frente está o Bar Devassa e seu saboroso chopp  artesanal.

Se a opção for música ao vivo e um refinado jantar, os restaurantes Brigitta’s e o Pátio Havana, na Rua das Pedras, são excelentes opções. Antiga casa de pescadores, o Brigitta’s é tão irreverente quanto sua proprietária, uma empresária tcheca poliglota. Muito freqüentado por celebridades, oferece música ao vivo, vista para o mar e, em ocasiões especiais, shows de dança do ventre e até de transformistas.

Já o Pátio Havana exibe uma suntuosa decoração com cinco ambientes e shows de jazz, blues e MPB. Há também noites de música cubana ao ritmo da salsa e bailarinos para acompanhar os mais animados.

Por falar em dançar, opções também não faltam. O Deep Bar, o Zapata e a Privilège são os mais cotados. O Deep é um misto de bar e disco: som eletrônico, luz ambiente, vista para o mar e muito bom gosto. Já a Privilège é prá cair na pista até o sol nascer. Com filial em Ibiza, a boate traz DJs nacionais e internacionais, e o agito só termina lá pela sete horas da manhã! O Zapata oferece música eclética em clima mexicano, com decoração que remete aos guerrilheiros zapatistas.

Reduto de artistas

Não é à toa que os primeiros famosos a descobrirem Búzios foram os artistas: a atriz francesa Brigitte Bardot e o músico inglês Mick Jagger. Os tempos mudaram, mas o cabo de Búzios continua a encantar artistas do mundo todo. Festivais,  espetáculos de música, dança, teatro, circo, mostras de filmes, galerias de arte e feiras artesanais. Tudo acontece em Armação dos Búzios.

Um dos eventos mais famosos da cidade é o Festival de Jazz e Blues. Há 10 anos, traz grandes nomes da música como Stanley Jordan, Fito Paez, Vernon Reid, João Donato, Léo Gandelman, Yamandú Costa. E o melhor: no mês de julho as apresentações são gratuitas.

O Festival de Cinema de Búzios acontece no Cine Bardot. No mês de novembro são exibidos longas nacionais e internacionais, com lançamentos de filmes e com a presença de atores e atrizes famosos. O cinema funciona como um espaço multicultural e conta com uma sala de exibição, uma livraria e um delicioso café. Nos finais de semana, acontecem shows de MPB e jazz instrumental no Bar do Café. Existem ainda apresentações gratuitas de teatro infantil, música e dança que lotam a Praça Santos Dumont. Rodas de capoeira e performances circenses dão um clima ainda mais especial para a praça. A Galeria de Artes de Búzios, na Rua das Pedras, é outra opção para os apreciadores das artes plásticas. A galeria promove exposições de diversos artistas permanentes, com esculturas e pinturas, dentre outras obras.

Alta gastronomia

Uma infinidade de opções: culinária japonesa, tailandesa, italiana, marroquina, francesa, mexicana, indiana, dentre muitas outras, tornam o cabo buziano ainda mais irresistível. Mas os pratos brasileiros, à base de frutos do mar, ainda são os preferidos dos turistas. Eles aproveitam para saborear os frescos pescados deste privilegiado balneário, cercado de praias por todos os lados.

A ampla variedade e a sofisticação de temperos, sabores e pratos da cidade, aliado à forte presença de estrangeiros na região, fez com que a cidade criasse um evento especialmente para exaltar às delícias de sua gastronomia: o Degusta Búzios — uma oportunidade ímpar para saborear as mais diferentes especialidades da cidade. Durante dois finais de semana, pratos deliciosos a base de peixes, camarões, lulas, lagostas e mariscos são vendidos a preços populares pelas ruas da cidade, preparados por renomados chefes de cozinha com ingredientes típicos da região.

Na Orla Bardot está um dos premiados da última edição do festival: o Bar do Zé, com o prato Polvo com Molho. Outro premiado é o Capitain’s Bar, na rua das Pedras, com destaque para a entrada Confit de Sardinha Semi-Defumada. O tailandês Sawasdee é considerado um dos melhores do país em sua especialidade. O Medalhão de Salmão Grelhado com manga fatiada ao molho agridoce, hortelã e pimenta é uma das iguarias da casa.

As delícias do nordeste brasileiro estão no divertido Bistrô da Baiana. O destaque é o delicioso Caruru, preparado com camarão, quiabo, castanha de caju, amendoim, cebola, tomate, cheiro verde e azeite de dendê. No Dom Juan, que oferece shows de tango, as melhores pedidas são as deliciosas picanhas argentinas, além dos vinhos selecionados da Adega Trapiche.

Especializado em grelhados e culinária internacional é o exótico restaurante Brigitta’s, que oferece cardápio em seis idiomas. O Camarão Brigitta’s —acompanhado de batata assada, salada e molhos a gosto — é o carro-chefe da casa. No quesito massas, o italiano Parvati foi premiado no último Degusta com a sobremesa Zucotto. Para depois da praia, uma boa dica são os restaurantes à quilo: o Boom, o Buzin e o Bananaland, lugares agradáveis, com pratos saborosos e muita variedade.

Para um lanche mais leve, a dica é a badalada creperia Chez Michou. Vale a pena experimentar o crepe de frango com catupiry e o crepe doce de banana com chocolate — irresistível! O Samsara é especializado em culinária vegetariana e é onde acontece diversos eventos relacionados a cultura ayuvédica e budista. O Penne ao Molho de Rúcula e Provolone é uma das delícias do cardápio. Para acompanhar, chás de gengibre, canela e ervas.